cabelo

Primeiro reality de cabelo do Brasil, participe!

pantene

Coisa boa é para ser compartilhada, não é mesmo? Pois bem, está aberta a inscrição para o primeiro reality Cabelo Pantene. A  marca de cosméticos está selecionando meninas que tenham cabelos bem cuidados e cheios de personalidade para provar quem é a dona do hair mais incrível do Brasil. Você tem um cabelo bafo? Então se joga gata! Mas corre porque as inscrições são até o dia 23 de dezembro. Ah, não esquece que as participantes precisam ter entre 16  e 25  anos completos para participar (não tenho um cabelo maravilhoso e já passei dessa idade. Uma pena! 😂 Hahhahah).

hugo

Perde essa oportunidade não menina!  Tô louca para ver só os cabelos tombadores e lacrativos mostrando para o que veio na TV. Clique aqui para participar. 

Vai fazer a inscrição?  Comenta aqui embaixo  porque já vou fazer minha torcida hahahaha.  Aproveite para curtir nossa página no Facebook e seguir no Instagram

Testei: Less Poow shampoo suave, Yamá

15310462_1184790378270323_1546501583_n

Ultimamente eu tenho comprado vários produtos para cuidar dos cabelos,  e nada melhor do que dividir com vocês quando o investimento vale a pena. A resenha de hoje é do shampoo sem sulfato Less Poow da Yamá, ideal para as meninas que seguem a rotina Low Poo (pouco shampoo) e No Poo (sem nenhum shampoo). Eu não sigo técnica nenhuma, mas gosto de conhecer produtos diferentes, por isso decidi testar.

Estou com o cabelo bastante danificado e logo me animei com a proposta de limpeza mais suave, afinal o Less Poow não contém sulfato, corante, silicone, parabeno e sal, além de conter óleos de chá verde e aloe vera.

whatsapp-image-2016-12-01-at-22-41-55

O shampoo é bem ralinho, fragrância herbal, cheiro de menta, transparente e não faz muita espuma. No primeiro uso senti dificuldade de espalhar o produto e repeti o processo aplicando um pouco mais, já que não faz espuma como os shampoos tradicionais. 

O que diz a marca: “O shampoo Less Poo foi especialmente desenvolvido para quem busca uma limpeza suave, com pouca espuma. Remove o acúmulo de sujeira sem ressecar os cabelos. Sua fórmula é enriquecida com óleos de chá verde e aloe que possuem propriedades antioxidantes, adstringentes e hidratantes. É indicado para quem procura por uma limpeza menos agressiva aos fios, cabelos quimicamente tratados, ressecados; pode ser utilizado também antes ou depois de qualquer química e causa menos desbotamento em cabelos com coloração.

Composição:

whatsapp-image-2016-12-01-at-22-42-06

Geralmente meu cabelo fica com muito frizz  quando eu uso algum shampoo mais forte, e depois de testar, conclui que o Less limpou e hidratou o cabelo e antes de finalizar com condicionador senti que os fios ficaram bem macios e sedosos. Com certeza ele está na minha lista de favoritos, inclusive acabei adquirindo um com quantidade maior, de 900ml.

Comprei na Bel Salvador  (loja de cosméticos)  por R$ 29,90, mas também tem frascos menores com 320ml. .

Para as meninas que buscam produtos sulfato free o less poo é uma boa pedida. E você, já testou esse produto? Comenta aqui embaixo e aproveite para curtir nossa página no Facebook e seguir no Instagram

5 perfis de baianas para você seguir no instagram

O post de hoje tem tudo a ver com inspirações virtuais e o vício de ficar checando as fotos no Instagram. Sabe aqueles cabelos cacheados e naturais maravilhosos, cheios de empoderamento, aceitação e super divos? Pois, a Pauta selecionou cinco  baianas estilosas para você acompanhar. Prepare-se porque as imagens são lindas!

@nuncasaiosemmake Verena Barros youtuber e blogueira, atualiza seu Instagram com fotos de cachos, maquiagem, dicas de produtos e truques para assumir a cabeleira natural.

verena

@loo_ana  Um perfil de cair o queixo e fazer os olhos brilharem. Loo Nascimento é dona de um estilo autêntico cheio de africanidade, cor e um cabelo incrível!

loo

@blogmodamodesta  Sabe aquele cabelo que chama atenção? Então, essa é  a cabeleira da blogueira Joana Guerra que fala sobre moda acessível e looks incríveis.

modesta

@faladantas  A youtuber e blogueira Jeu Dantas, exibe um cabelo loiro cacheado de inspirar, sim! Além disso seu perfil é repleto de dicas sobre beleza e cuidados com os cachinhos.

jeu

@blogameiolook  Cris Blackholm é soteropolitana, dona de um cabelo maravilho, mãe de gêmeos tem  uma barriga incrível, e além de tudo é blogueira.

cris

E então, gostou dos perfis? Agora conta aí, tem mais meninas com cabelo super estiloso no seu estado pra indicar? Aproveita e passa lá no nosso Insta também @pauta_feminina

LUTA E RESISTÊNCIA: Marcha do movimento negro ganha espaço no cenário baiano

12226665_907619469320750_735444339_n

Salvador recebeu neste sábado (7), pela primeira vez a “Marcha do Empoderamento Crespo”, a caminhada aconteceu no bairro do Campo Grande e seguiu até praça Castro Alves. O movimento teve como objetivo colocar as questões sobre racismo e a afirmação da estética negra como política de empoderamento em evidência.

Naira Gomes, antropóloga e uma das organizadoras do evento falou sobre os padrões de beleza imposto pela sociedade, que coloca o negro no lugar de feiura, de pobreza de ignorância. “Queremos redefinir esses conceitos, para colocar também o perfil negro na pauta. Pretendemos afirmar o corpo negro como lugar de beleza, de competência, de inteligência e tudo que foi negado historicamente aos nossos antepassados”, afirmou Naira.

São Paulo foi a precursora do movimento após a Marcha do Orgulho Crespo, realizada no mês de julho. Porém, na capital baiana a luta ganhou outro contexto dentro da realidade de estigma e racismo, neste cenário o cunho político e estético foi destacado. A escolha do mês também é representativa e simboliza um mês de luta, pois no dia 20 de novembro é comemorado o dia da Consciência Negra.

cats

A mobilização massiva ocorreu na internet, no Facebook foi criado uma página, grupo e evento onde as pessoas confirmaram presença. Michelle Ribeiro, uma das participantes da marcha falou sobre a motivação para ir às ruas. “A união das pessoas negras e que querem assumir o cabelo crespo é uma forma de mostrar a sociedade que cada um tem uma forma e tem que assumir sem se importar com o que os outros vão falar”, afirmou ela.

img-20151107-wa0018

Foto: Alan Tiago

Ingrid Lima, estudante e adepta do movimento, falou sobre a experiência de assumir sua identidade: “Eu não me identificava nem mesmo como negra, que dirá que tinha cabelo crespo. Eu acho muito digno de ser realizado esse ato porque é importante debater as situações. Mostrar para as outras pessoas que você pode ser bonito do jeito que você realmente é, assim, as pessoas vão conseguir se identificar”.