Shantala ajuda no soninho do bebê

Conheça os benefícios da massagem Shantala para o desenvolvimento do bebê

Nos primeiros anos de vida de um bebê, o vínculo entre mãe e filho é estabelecido principalmente por meio do toque. Bem como, uma das formas de facilitar essa conexão é através da Shantala.

Shantala é uma técnica de massagem infantil indiana derivada de técnicas Ayurvédicas cujos benefícios estão bem documentados na literatura científica. O obstetra francês Frédérick Leboyer popularizou a prática quando estava viajando pelo sul da Índia e viu uma mãe acariciar seu bebê com amor e acolhimento. Então, a mulher que se chamava Shantala, logo, começou a ser estudada por Leboyer e ficou conhecida no mundo inteiro pela forma como tocava a criança com delicadeza e cuidado.

Como a Shantala beneficia o bebê?

Uma das funções dessa técnica é estimular o sistema sensorial através do toque e alongar alguns músculos importantes para o desenvolvimento. Assim também, por meio do toque, a massagem promove diversos benefícios, como a estimulação do sistema sensorial (ou seja, ajuda na integração sensorial, que fortalece as conexões entre os neurônios), consciência corporal (os bebês têm mais noção do espaço e limites físicos, e consegue se movimentar melhor à medida que se desenvolve) e fortalecer o vínculo mamãe-bebê. Além disso, alivia cólicas (Shantala ajuda a aliviar o desconforto, pois o movimento ajuda a relaxar os músculos abdominais, o que reduz dores, gases e constipação), melhora a qualidade do sono promovendo relaxamento em bebês, estimula o sistema imunológico e reduz a produção de hormônios do estresse (cortisol) , auxilia na respiração, melhora o alongamento muscular e corporal e proporciona sensação de segurança e aconchego.

benefícios da shantala

Mas os benefícios não param por aí. Tem mais!

Estudos apontam que a Shantala pode ser um importante meio terapêutico para auxiliar no evolução de bebês prematuros (porque o toque proporciona ganho de peso e equilibrar a temperatura do corpo).

Durante o desenvolvimento do bebê, Shantala ajuda a melhorar a respiração, porque expande a cavidade torácica. Os movimentos na região do abdômen ajudam no bom funcionamento intestinal e do estômago. A posição, de costas, que o bebê fica estimula a coluna. O movimento dos braços, mãos, pernas e pés ajuda a musculatura a se desenvolver, então, o bebê aprende a fazer os movimentos de abrir e fechar, agarrar e soltar.

Mas apesar de seus benefícios para o desenvolvimento do bebê, a Shantala tem suas limitações: só pode ser feita após os 30 dias de vida (porque nessa idade a pele já está mais amadurecida e a região do umbigo está quase totalmente cicatrizada). É melhor que seja  realizada em lugares calmos e acolhedores. Ambiente em que mamães e bebês possam estar conectados por meio da técnica.

Em quais momentos devemos evitar a massagem?

Em caso do bebê não estar muito bem de saúde, é importante ter precaução para que a massagem não venha potencializar este estado. Por fim, se o bebê tomou vacina, deve-se ter cuidado porque a região pode estar dolorida. É preciso ressaltar que a orientação de um profissional é fundamental para que nada seja feito de forma errada ou prejudique o bebê.

O método pode ser aplicado em crianças até aos sete anos de idade ou enquanto aceitarem a prática da massagem. A Shantala não deve ser aplicada se o bebê manifestar sinais de que não está bem, diarreia ou resfriado para não aumentar o desconforto causado por essas complicações. Além disso, essa prática é contraindicada para crianças com fome ou que acabaram de ser amamentadas.

Quais os cuidados tomar?

Como a massagem pode ser feita todos os dias é importante que os pais percebam quando o seu filho se sente mais à vontade para aceitá-la. E de antemão, é importante que os familiares lavem as mãos para realizar o processo, bem como, deve ser feito com água e sabão. Além disso, é importante retirar acessórios  que possam prejudicar o bebê, como anéis e pulseiras.

A Shantala faz parte de um momento especial no dia a dia de uma família. Bem como, se implementada junto a rotina de sono do bebê, vai  ajudar a criança a aprender a dormir durante a noite toda. Por fim, uma dica que ajuda nesse processo é realizar a técnica finalizando com um banho quentinho.

Você vai gostar de ler tambem:

Amamentar é amor e proteção.

Educar criança com amor e eficiência.

Crianças e tecnologia.

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.